13/07/2016

Maze Runner: Correr ou morrer (James Dashner)

Nem acredito que estou fazendo a resenha desse livro!!!
Juro que nunca pensei que ia lê-lo por motivos loucos até que quando a minha irmã chegou com a série Maze Runner aqui em casa eu realmente fiquei com um pé atrás, porem a curiosidade falou mais alto e eu dei uma chance e juro que não me arrependi por uma segundo!
Querem saber o por que?
Continue a ler a resenha:
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 


Autor: James Dashner
Editora: Vergara & Riba
Ano: 2010
Páginas: 426
Gênero: Distopia

O livro é narrado por Thomas, uma menino que aparenta ter 16 anos e que não se lembra de nada a não ser do seu próprio nome.
O livro começa quando ele acorda dentro de um elevador em um lugar chamado Clareira onde mora mais ou menos 60 meninos da mesma faixa etária que agem e falam de uma maneira bem estranha.

 Dentro dessa Clareira onde ninguém se lembra de nada e eles vivem para sobreviver.
Cada um tem sua tarefa: Cozinheiro- aqueles que fazem as comidas, Aguadeiro- que busca e leva água e ainda limpam tudo... entre tantos, porém a tarefa mais perigosa e que o Thomas se atraí é os dos corredores: O que vão para o labirinto buscar uma saída para fora daquele lugar.

O labirinto fica dentro da Clareira.
Todos os dias as portas dele se abrem e fecham para os corredores entrarem e sairem, o que significa que se eles não chegarem a tempo na clareira são considerados mortos pelos verdugos... monstros que vivem no labirinto.

E é isso que resume a vida na clareira: Sobreviver dias após dia e buscar uma saída para fora daquele lugar...porem tudo muda quando Thomas chega e coisas ruins começam a acontecer: como a primeira garota aparecer e com ela trazer um bilhete de que é a última.
 
A partir dai Thomas será suspeito de tudo e ele terá que enfrentar a sua nova vida. enquanto luta com a sensação de já ter estado na clareira.

Correr ou morrer é aquele tipo de livro raro em que você pensa em que o final vai ser de um jeito para descobrir que na verdade você está errada e acontece algo que você nunca imaginou!
É um livro de surpresas e grandes emoções.

A escrita é leve e simples de ser entendida alem de ser super viciante... se você não terminar em um dia você termina em dois!
HAHAHAHA
Se pudesse daria 1.00000 balonzinhos mas como não poss,o vou dá a nota maxima aqui: 5 estrelas CSQN!
Esse livro é DEMAAAAIS!
Se quiser ver mais fotos desse livro incrivel é só acessar aqui.

4 comentários:

  1. Oi, Isa!
    Com o lançamento do filme, eu acelerei a leitura desse livro e não me arrependi. Até compreendi melhor alguns aspectos que ficaram no ar na adaptação.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim!
      Amo demais, tanto o livro quanto a série!
      Beijos,
      Isa

      Excluir
  2. Oie, então sou meia maluca para ler essa trilogia, mas ai vi o filme antes e bateu uma preguicinha de ler eles, haha. Mas adorei suas fotos e sua resenha. Beijos

    http://dicasdaisacereser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não , lê o livro sim!
      Você vai amar!
      Obrigada!
      Beijos,
      Isa

      Excluir